Ads Top

Padre Egídio apresenta evolução em quadro de saúde, mas é mantido na UTI após cirurgia



O Padre Egídio, acusado de desvio de recursos do Hospital Padre Zé, em João Pessoa, segue apresentando evolução em quadro de saúde. No entanto, conforme apurou o ClickPB, ele está sendo mantido na UTI após cirurgia.


“O paciente Egídio de Carvalho Neto, submetido a procedimento cirúrgico abdominal no Hospital Alberto Urquiza Wanderley, vem apresentando boa evolução. Ainda se encontra na Unidade de Terapia Intensiva, estável”, diz o boletim médico divulgado nesta terça-feira (16).


Padre Egídio passou por laparotomia, segundo consta no boletim do Hospital Alberto Urquiza Wanderley, da Unimed.


O religioso está preso desde o mês de novembro, em um presídio no bairro Valentina Figueiredo, Zona Sul da capital.


Padre Egídio passou mal na prisão


O padre Egídio de Carvalho Neto, de 56 anos, foi internado no final da tarde do sábado (13), em João Pessoa, após sentir fortes dores na região do abdômen. Conforme apurou o ClickPB, o presidiário estava na Penitência Especial do Valentina Figueiredo quando sentiu as dores e foi levado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA).


Logo após o atendimento na UPA ele foi transferido para o Hospital da Unimed, também na Capital. Ele foi submetido a exames e em seguida a uma cirurgia de apendicite.


Acusações contra Padre Egídio


Padre Egídio foi preso na deflagração da Operação Indignus que investigou desvios de  R$ 140 milhões  durante a sua gestão de quase uma década no Hospital Padre Zé. O ex-diretor do “Hospital dos Pobres” chegou a obter mais de 29 imóveis, alguns de alto padrão com piscinas, adegas e propriedades rurais, além de veículos e também investiu na criação de cachorros de raça de luxo.


Como acompanhou o ClickPB, desde então, sua defesa acumula derrotas na justiça com pedidos para transformar a prisão dele em domiciliar todos negados, tanto pelo Tribunal de Justiça da Paraíba quanto pelo Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.