Ads Top

Governo da Paraíba realiza Dia D de multivacinação neste sábado e oferece doses contra covid-19 e outros agravos



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza, neste sábado (22), mais um Dia D de vacinação para ampliar a oferta das vacinas, atualizar esquema o vacinal de rotina e covid-19, além de melhorar a cobertura das vacinas nos 223 municípios. A mobilização vai oferecer aos paraibanos as doses das vacinas contra covid-19 e todos os imunizantes do calendário de rotina para atualização das cadernetas que estão em atraso. Durante o ano de 2023, já foram promovidos, pela SES em parceria com os municípios, cinco dias D.

 

Na Paraíba, mais de mil salas de vacinas estão disponíveis durante todo o ano. Neste dia D, são 727 pontos abertos em 194 municípios que aderiram à mobilização. A vacina bivalente, disponível para todo público a partir de 18 anos, é um dos imunobiológicos que precisa ter a cobertura ampliada na Paraíba. Até o momento, apenas 15,5% do público-alvo foi alcançado, quando a meta estabelecida para esta vacina é de 90%. Mais de 2.980.000 pessoas são elegíveis para o reforço e 849.090 doses de bivalente já foram distribuídas.

 

De acordo com secretário de Saúde, Jhony Bezerra, alguns públicos merecem atenção especial em relação à vacinação contra covid-19. “As crianças, sobretudo aquelas com idade entre 6 meses e 4 anos, alcançaram apenas 24,49% de cobertura na primeira dose. Nossos dados também apontam que as crianças entre 5 e 11 anos precisam comparecer para receber a dose de reforço. Em relação aos adultos, temos uma cobertura insuficiente da vacina bivalente. O dia D estará oferecendo para todos os públicos previamente contemplados as vacinas contra covid-19 e as vacinas da rotina. É uma oportunidade para que toda a família atualize os cartões de vacinação com as doses garantidas pelo SUS para as doenças imunopreveníveis”, afirma.

 

A chefe do Núcleo de Imunizações da SES, Márcia Mayara, destaca que os municípios devem investir em estratégias para facilitar o acesso das pessoas às doses, garantindo que as coberturas alcancem níveis seguros para a população. “A multivacinação é uma estratégia que tem a finalidade de atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, mas entendemos que às vezes a família não tem disponibilidade durante o horário habitual de funcionamento das salas de vacina. Por isso, os municípios precisam ampliar os pontos estratégicos de vacinação realizando ações em praças, parques, rodoviárias, igrejas, escolas e feiras livres, entre outros. Também é importante promover o acesso da vacina para os residentes de zona rural ou comunidades de difícil acesso”, explicou.

 

A vacina bivalente contra covid-19, oferecida como reforço para a população a partir de 18 anos, pode ser tomada 4 meses após a última dose monovalente do esquema primário. Quem recebeu outras doses de reforço anteriores também precisa garantir a proteção com a bivalente, respeitando o mesmo período de tempo após a última dose. Pessoas pertencentes aos grupos prioritários devem receber a vacina bivalente a partir de 12 anos. Os municípios que farão mobilização neste Dia D devem comunicar previamente aos seus residentes os horários e locais de funcionamento dos pontos de vacinação e garantir o funcionamento durante todo o turno informado.


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.