Ads Top

Mais de 4,7 mil pessoas vítimas de acidentes com moto foram atendidas no Hospital de Trauma de João Pessoa, neste ano



Um jovem morreu, nesta quinta-feira (27), vítima de um acidente grave de moto na BR-230, em João Pessoa. E o caso dele não é isolado. Conforme acompanhou o ClickPB, os números de acidentes envolvendo motociclistas aumentaram 12,7% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2022.


De acordo com dados divulgados pelo Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, na capital, o hospital já notificou, de janeiro até 26 de julho deste ano, 4.795 vítimas. No mesmo período do ano passado foram 4.252 atendimentos pelo mesmo motivo.


O Hospital de Trauma é referência para vítimas de acidentes de trânsito, sejam com carros, motocicletas, bicicletas e pedestres, por isso, já notificou este ano 6.282 casos. Porém, os acidentados com motos lideram os registros com 76,3%. 


A grande maioria foi do sexo masculino (3.548), com idades entre 18 a 59 anos. A BR-230 (315) e os municípios de Santa Rita (297), Bayeux (152), Conde (103) e Cabedelo (76), são os locais onde ocorreram os maiores números de acidentes de motos, junto com os bairros do Valentina (160), Mangabeira (142), Manaíra (103), Geisel (99) e Bairro das Indústrias (99).


De acordo com o diretor-geral do complexo hospitalar, Laecio Bragante, somente no ano passado, mais de 8 mil vítimas deram entrada por acidentes de moto. 


“Os dados são preocupantes. É importante que o condutor entenda o quanto é necessário dirigir com cuidado e atenção, principalmente os motociclistas. E não esquecerem os equipamentos de segurança, a exemplo do capacete”, ponderou.


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.