Ads Top

Petroleiro baleado na Rodoviária do Rio em sequestro de ônibus tem melhora de saúde e fala com familiares após 17 dias



O petroleiro Bruno Lima da Costa Soares, 17 dias após ser baleado durante o sequestro de um ônibus na Rodoviária do Rio, está conseguindo falar e se comunicar com a família, segundo informou um parente dele. Na última terça-feira, Bruno teve melhora, e saiu do Centro de Terapia Intensiva (CTI) para a Unidade Semi Intensiva do Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Conforme o hospital divulgou, ele tem apresentado boa recuperação, interage com os profissionais da assistência e tem quadro de saúde estável.


Um parente que está acompanhando Bruno no hospital relatou que a família ainda está muito sensível com tudo o que aconteceu, mas respondeu estar aliviada pela melhora progressiva do petroleiro.


O paciente estava na Rodoviária do Rio, na região central da capital, e embarcava com destino à Juiz de Fora, em Minas Gerais, no último dia 12. Durante o sequestro de um ônibus, Bruno, que é funcionário da Petrobras, foi atingido no peito, no pulmão e ficou com uma bala alojada perto do coração. Ele foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um projétil no último dia 14. Desde então, ele estava na ventilação mecânica. De acordo com as investigações, o sequestrador, Paulo Sérgio de Lima, atirou na direção de dois homens, um deles o Bruno, ao pensar que eles eram policiais à paisana que tentavam prendê-lo.


Após ser atingido, Bruno recebeu a ajuda de uma funcionária da Rodoviária Novo Rio. Ela viu o rapaz cambaleando, se aproximou e o amparou. Quando ele já estava deitado, Patrícia Gomes tirou a blusa de seu uniforme a usou para estancar o sangue. Sete minutos depois, Bruno foi socorrido numa maca e levado, inicialmente, para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro.


O sequestro do ônibus durou três horas. Dezesseis passageiros foram mantidos reféns por Paulo. Ele se entregou após atuação de negociadores do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O sequestrador foi autuado em flagrante na 4ª DP (Praça da República).


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.