Ads Top

Educação forma multiplicadores que vão atuar nas Salas Makes da Rede de Ensino

 



A Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec-JP), por meio da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dtic), iniciou nesta quarta-feira (24) a formação com 20 monitores de Robótica e professores de Rede Municipal e Estadual de Ensino no Laboratório de Criatividade (LabCrie), instalado na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, para serem multiplicadores nas unidades de ensino. A formação acontece até sexta-feira (26).

“Isso é início de um trabalho que estamos tentando implementar nas escolas, que é a chegada da Cultura Maker, das tecnologias ativas. Vamos levar inicialmente 44 salas semelhantes a esse LabCrie para que nossos alunos sejam protagonistas das ações. Nossos estudantes terão o cérebro extremamente estimulado”, explicou o diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dtic) da Sedec, Diego Araújo.

A formação visa alcançar os professores e gerar um desenvolvimento de forma mais sustentável na educação através de práticas mais significativas, de tecnologia como Cultura Maker, gamificação, aprendizagem criativa, justamente para alcançar os alunos.

“O reflexo dessa formação é impactar esses profissionais para que eles possam refletir a importância não só da atividade maker, mas também de criar uma cultura dentro da ‘escola do fazer’, da sustentabilidade, da relação de trabalhar em pares. Ainda teremos mais ações de impacto”, falou Robson Moura, professor da Escola Municipal Paulo Freire e formador do LabCrie.

Neste primeiro dia os participantes exploraram atividades onde o fazer é importante no processo de aprendizagem. Eles tiveram que produzir um foguete utilizando papel, palitos de picolé, fita adesiva e liga de borracha.
Quem participou da atividade foi a professora de Matemática da Escola Municipal Duque de Caxias, Raabe Marques de Amorim, que falou da importância desta formação.

“Eu, enquanto professora de Matemática, as vezes sinto dificuldade em atrair a atenção dos alunos para aquele conteúdo específico que está sendo dado. Então, a gente utilizar a Cultura Maker, jogos em sala de aula, principalmente na aula de Matemática, é muito importante para chamar esse aluno para perto da gente, para que com isso ele possa aprender de forma divertida e prazerosa”, falou a professora.

Cultura Maker - É baseada no ‘faça você mesmo’. Onde o aluno se apropria de problemas do cotidiano e que precisam ser resolvidos. Ele terá que ‘fabricar’ a solução de forma protagonista, além de desenvolver a aprendizagem com autonomia, utilizando a criatividade.

Foto: Reprodução Google.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.