Ads Top

Morre mulher internada na UTI em Campina Grande após sofrer queimaduras por acender fogão com álcool



Morreu na tarde desta quarta-feira (9) a mulher que estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Trauma de Campina Grande após sofrer graves queimaduras durante uma explosão. Ela estava grávida, deu à luz ao bebê na unidade, mas a criança faleceu na segunda-feira (7). A informação foi confirmada ao ClickPB pela assessoria de comunicação da unidade.


A mulher tinha 34 anos e teve 50% do corpo queimado no dia 28 de julho ao tentar acender um fogão com álcool, já que o gás onde ela morava havia acabado. No momento da tentativa de acender o fogo, o botijão explodiu e acabou ferindo ela e a filha de 15 anos.


No dia 2 deste mês, os médicos decidiram fazer um parto induzido na tentativa de salvar a vida do bebê, já que a mãe estava em estado grave. Porém, a criança não resistiu e morreu na segunda (7).


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.