Ads Top

Reitor da UFPB acusa alunos, professores e servidores de crime contra honra e aciona Polícia Federal



O reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Valdiney Veloso Gouveia, acionou a Polícia Federal (PF) contra alunos, professores e servidores, os quais ele acusa de crime contra a honra e ameaças. Conforme acompanhou o ClickPB, os citados já foram inclusive intimados.


O assunto foi abordado em reportagem da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, onde ela informa que os alunos, professores e funcionários envolvidos no caso negam as acusações e falam em perseguição por eles divergirem do reitor. Segundo a matéria nacional, eles afirmam estarem sendo censurados.


A direção do Sindicado dos Docentes da UFPB classifica o processo como perseguição, em nota enviada à reportagem da Folha de S. Paulo, e alega que a reitoria tem utilizado o aparato da instituição para o "solapamento da vivência democrática".


Já a Procuradoria Federal junto à UFPB, também em nota enviada à Folha, disse que "apenas atendeu solicitação da reitoria da instituição de ensino e encaminhou o relato das agressões à Polícia Federal, órgão competente para investigar o caso. A unidade não comentará opiniões de estudantes e servidores."


A UFPB e a PF não se manifestaram, consta na reportagem.


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.