Ads Top

Veja o que se sabe e o que falta esclarecer sobre sequência de quatro assassinatos após tiroteio em Bayeux



Em menos de 10 horas, Bayeux registrou uma sequência de assassinatos que resultou na morte de quatro pessoas. Os crimes começaram na noite desta quinta-feira (21), no bairro Jardim São Lourenço, como noticiou o ClickPB.


Conforme apurou o ClickPB, um grupo de homens encapuzados e armados invadiram uma região da comunidade Cachimbo Apagado, ocasionado uma intensa troca de tiros entre envolvidos.


Um homem acabou baleado e morto durante o conflito. Outras pessoas ficaram feridas e fugiram da cena do crime. A Polícia Militar foi acionada, mas ninguém foi preso após o tiroteio.


Na manhã desta sexta-feira (22), pescadores encontraram três corpos de homens com marcas de tiros em uma área de mangue, no município de Bayeux.   


Como acompanha o ClickPB, uma das vítimas foi identificada como “Clovis Albino”. Ele foi encontrado no interior de uma residência com diversos disparos de arma de fogo pelo corpo e na cabeça.


Já os corpos encontrados no mangue foram identificados como Renato Cordeiro, Adeilson Clécio Isidoro e Juan Oliveira, esse último acusado de comandar uma facção criminosa com atuação no tráfico de drogas.  


Segundo informações levantas pelo ClickPB, as autoridades policiais não descartam que a motivação das mortes é causada por uma guerra entre organizações criminosas que duelam pelo controle do tráfico de drogas em Bayeux. 


A disputa entre os faccionados vem provocando diversos crimes de mortes na região. Um grupo rival invadiu o local para executar os inimigos e controlar o tráfico de drogas na comunidade.


Operação em busca dos assassinos


Como informou o ClickPB, a Polícia Militar realizou na manhã desta sexta-feira (22) uma operação composta de militares do Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate) e com apoio do helicóptero Acauã, na região de mangue do município de Bayeux, em busca dos assassinos e possíveis corpos.


Investigação


Os quatro homicídios serão investigados pelos agentes da Delegacia De Crimes Contra Pessoa, da Polícia Civil. Imagens de câmeras de segurança e depoimentos de testemunhas devem ajudar nas investigações para identificar e encontrar os homens encapuzados que causaram os crimes.


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.