Ads Top

Central de Transplantes da Paraíba registra aumento de 400% no número de doações de órgãos em abril



A Central Estadual de Transplantes registrou no último mês de abril a doação de 14 órgãos, sendo quatro fígados, nove rins, um coração, e ainda 10 tecidos oculares. Tudo isso foi possível por meio de cinco múltiplas doações realizadas no período. Desse número, foram feitos na Paraíba 12 transplantes de córneas, um de coração, quatro de rim e três de fígado. O estado também registrou no período dois transplantes de medula óssea. Os demais órgãos não tiveram receptores paraibanos compatíveis e foram encaminhados para a Central de Transplantes de Pernambuco. 

 

Em comparação com o mesmo período de 2022, houve um aumento de 400% no número de doadores, saindo de uma doação efetiva para cinco, este ano. Outro dado importante é que a Paraíba já alcançou a mesma quantidade de transplantes de coração realizada em todo o ano passado, quando foram contabilizadas três cirurgias. 

 

O registro de duas doações de múltiplos órgãos, no Hospital de Trauma de João Pessoa, em um intervalo de apenas seis horas, também foi um ponto extremamente positivo contabilizado no mês de abril. Os pacientes doadores foram um homem de 34 anos, que doou coração, fígado, rim esquerdo e córneas, e uma mulher de 30 anos, doadora do fígado, os dois rins e as córneas. 

 

De acordo com a diretora da Central, Rafaela Dias, os resultados são reflexo da constante capacitação da equipe, dos investimentos e apoio por parte da Secretaria de Estado da Saúde e da conscientização da população sobre a importância do ato de doar. 

 

“É um somatório de ações simultâneas que têm nos permitido avançar significativamente em números de doações e transplantes realizados na Paraíba. Temos realizado mais cursos de capacitação para os profissionais de nossa equipe e dos hospitais credenciados, ao mesmo tempo em que recebemos total apoio da SES no que diz respeito à implantação das Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes em mais hospitais do estado. Além disso, tem um outro fator importante, que é a conscientização da população a respeito do assunto”, esclarece. 

 

A Central Estadual de Transplantes já registrou, em 2023, a realização de 77 transplantes de órgãos e tecidos. De janeiro até agora, foram feitos 57 transplantes de córneas, três de coração, 11 de rim, cinco de fígado e dois de medula óssea. Ainda aguardam na fila 443 pessoas. 


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.