Ads Top

João Azevêdo se reúne com representantes do Conapra e discute ações de segurança no Porto de Cabedelo



O governador João Azevêdo se reuniu, nesta quinta-feira (11), com diretores do Conselho Nacional de Praticagem (Conapra) e do Instituto Praticagem Brasil, que vieram ao Estado dialogar e apresentar soluções para que as ações feitas no Porto de Cabedelo tenham mais celeridade. O Conapra busca analisar e responder com precisão como a Paraíba vai operar seus navios com segurança. Na ocasião, além dos avanços e investimentos no Porto de Cabedelo, eles também discutiram sobre o crescimento do turismo da Paraíba, destacando o Polo Turístico do Cabo Branco.


O chefe do Executivo Estadual ressaltou o papel do Porto de Cabedelo e falou dos investimentos no equipamento. “O Porto de Cabedelo é de suma importância para o estado e está recebendo investimentos nas obras de dragagem superiores a R$ 95 milhões, isso com recursos próprios da Paraíba. Os serviços vão aprofundar o canal de acesso, que passará de cerca de 9 metros a 11 metros de profundidade. Isso vai permitir o recebimento de navios de até 55 mil toneladas. Os investimentos no Porto de Cabedelo fazem parte de uma série de ações que aumentam a geração de emprego e fomentam a nossa economia”, frisou o governador.


O diretor-presidente do Conapra e do Instituto Praticagem Brasil, Ricardo Augusto Leite Falcão, comentou que a Praticagem é a atividade que gera segurança nos Portos, manobra os navios e representa o estado a bordo destes navios. “Temos um dos Centros de Simulações mais modernos do mundo, onde é possível avaliar normas internacionais de canais de acesso, de novos parâmetros de navios e também conseguimos determinar, com segurança, se um terminal pode operar com comprimento ou não, dentro de que situações de vento, de corrente, entre outros pontos. Então, nesse momento em que o Governo está investindo tanto nas obras de dragagem, o que a gente precisa responder é qual navio vai operar, qual tamanho, que calado, que carga a mais e qual a vantagem competitiva que o estado vai ter no final das contas em relação a outras regiões econômicas”, explicou.


O presidente da Companhia Docas da Paraíba, Ricardo Barbosa, comentou que esta reunião foi importante, porque a Conapra reúne todas as associações e a representatividade dos Práticos que é um segmento essencial para a atuação cotidiana dos Portos. “A gente está finalizando uma obra de dragagem no Porto de Cabedelo, a ideia é que já seja concluída em meados de junho, e isso vai aumentar a capacidade operacional do local. É uma luta nossa trazer novas rotas, novos pontos de comercialização de produtos, porque teremos a capacidade de atrair navios de maior porte. O Conapra veio apresentar ao governador algumas soluções para que as prospecções que estamos fazendo tenham mais agilidade. Amanhã, eles vão fazer uma visita ao Porto de Cabedelo para terem um conhecimento mais concreto das potencialidades e do incremento que essa dragagem trará ao local”, afirmou.


Também estiveram presentes na reunião o secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Deusdete Queiroga, o secretário executivo da Representação Institucional, Adauto Fernandes, a diretora executiva do Instituto Praticagem Brasil, Jacqueline Wendpap, e outros representantes da instituição.


Conapra - Criado em 1975, o Conselho Nacional de Praticagem é a associação que representa as entidades de praticagem e busca o aprimoramento da profissão e da qualidade do serviço.

É o órgão de representação nacional da praticagem reconhecido pela Marinha do Brasil, ente regulador da atividade, que lhe delegou algumas de suas competências como: Coordenar o Curso de Atualização para Práticos (ATPR) a cada cinco anos; Homologar centros de operações (atalaias) e tripulações das lanchas de praticagem; Realizar inspeções e laudos para homologação das lanchas de praticagem.


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.