Ads Top

Eclipse solar 2023: saiba qual região vai poder ver fenômeno com mais intensidade e os cuidados necessários



Na próximo sábado (14) a Paraíba e o Rio Grande do Norte serão alguns dos estados com melhor possibilidade de visualizar o fenômeno do eclipse solar. Conforme apurou o ClickPB, em toda a Paraíba alguns dos principais pontos turísticos serão utilizados por populares e estudiosos para observar o eclipse. 


Um destes locais é a região do parque Pedra da Boca, em Araruna. De acordo com o presidente da Associação Paraibana de Astronomia (APA), Marcelo Zurita, a região é onde começa a chamada 'linha central da anularidade', que vai - na Paraíba - até a região de Cajazeiras. 


"Existe uma faixa de visibilidade, a Paraíba tá com cerca de 80% dentro dessa faixa de visibilidade (88%) e a linha central dessa faixa passa por Araruna e vai alí ao Norte de Cajazeiras. Então por exemplo, cidades como Cuité, Picuí, essa linha passa por cima dessas cidades", explicou em entrevista ao portal ClickPB. 


No caso de Araruna, o local será sede da 23ª edição do Encontro Nacional de Astronomia (Enast), com diversos estudiosos. "A APA é um dos organizadores desse encontro. A ideia é aproveitar a ocorrência do eclipse para trazer o encontro de astronomia para a Paraíba. A gente tem um motivo a mais para as pessoas virem até aqui", detalhou à reportagem. 


Quais os cuidados ao tentar observar o eclipse?


Ao ClickPB, o presidente da Associação Paraibana de Astronomia reforçou a necessidade de se utilizar equipamentos próprios para observar o eclipse. Um deles é um óculos especial. 


"O que a gente recomenda sempre é não observar diretamente para o sol, a não ser que se tenha os filtros adequados, existem óculos que são desenvolvidos, que são criados, especificamente para observação do eclipse, para observação do sol e que eles oferecem a proteção suficiente para sua visão", disse. 


Segundo apurou a reportagem, os óculos estavam sendo vendidos em diversos locais no estado por preços que variavam de R$ 10, porém nas últimas semanas, segundo a associação, houve um esgotamento das unidades. 


"Em todos os lugares que a gente viu, esgotaram. E também tem uma empresa que vai no dia do eclipse, nos locais de observação em João Pessoa e Cabedelo, estar vendo por R$ 20 a unidade" disse Zurita. À reportagem, ele citou que os locais onde estarão a venda, estão por exemplo, o Hotel Globo e o Pôr do Sol no Jacaré. 


E quem não conseguir adquirir os óculos?


Para quem não conseguir comprar os óculos ou optar por não adquirí-lo, de acordo com Marcelo, é aconselhável que utilize o equipamento conhecido como 'filtro de soldador', em número 14 ou superior. 


"Vidro de soldador a gente pode usar para bloquear boa parte da luz do sol mas não pode olhar por muito tempo. É olhar por um dois segundos e deixar a vista descansar. A gente não pode ficar olhando por muito para o sol porque pode realmente causar danos na nossa visão. Isso aí é bem sério", explicou ao ClickPB. 


O filtro de soldador fator 14, de acordo com informações obtidas pela reportagem, custa em média R$ 2,70 nas lojas de construção da capital. Porém, devido a alta procura, está em falta. 


Uma outra opção, segundo Marcelo, é filtro fator 12, porém ao utilizar esta opção a pessoa deverá olhar por ainda menos tempo para o fenômeno. 


"Todo mundo tá procurando, a gente tá ligando até para distribuidores e ninguém tem essa disponibilidade. Então por isso que inclusive a gente tá falando, se não encontrar o 14 e encontrar o 12, pode-se olhar também mas ele não filtra tanta luz quanto o 14. Olhar por menos tempo ainda e deixar a vista descansar”, comentou Marcelo, da APA, ao ClickPB. 


A informação da falta nas lojas foi constatada também pela reportagem, ao entrar em contato com algumas das principais lojas de materiais de construção da Grande João Pessoa. 


CanalPB com ClickPB


Foto: Reprodução Google. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.